REUSO DE ÁGUA


Reusar a água é uma decisão cada vez mais comum nas empresas. Na maioria das vezes é estratégica para garantir o pleno funcionamento da empresa mesmo em situações de redução da disponibilidade de água. Esta redução pode ocorrer por causa de secas, limitação para o aumento de volume de autorga para captar água, ou limitação da capacidade de tratamento de água na empresa.

Além da razão estratégica, existe o benefício da redução do impacto ambiental, tanto pela redução da captação de água como pela redução do volume de efluente descartado no ambiente.

Quando o reuso é feito no meio do processo, isto é, antes do tratamento final como efluente, o tratamento de águas residuais tem a vantagem de reduzir o volume de efluentes que chega na ETE. Isto aumenta a eficiência da ETE se já construída, ou reduz a área necessária para instalar a ETE em novas plantas.

Processos com Sistemas de Membranas são os mais eficientes para este tratamento por assegurarem qualidade constante para a água tratada e por terem menor custo operacional quando comparado a processos convencionais.

Aplicações Típicas de Reuso:

- LATICÍNIOS: condensado de evaporador (água branca), águas de CIP, permeado de sistemas de membranas para concentração de soro e leite.
- GELATINAS: permeado de sistemas de membranas para concentração de gelatina e colágeno hidrolisado.
- BIOTECNOLOGIA: condensado de evaporador.
- ALIMENTOS: condensado de evaporador, águas de lavagem.